Jurimetria: o que é? Dicas e exemplos de como usar

Advogados analisando gráficos e jurimetrias

Dentre as ferramentas e inovações que têm revolucionado a forma como conhecemos e praticamos o Direito atualmente, a jurimetria é uma das mais importantes delas.

Parte da conhecida Advocacia 4.0, juntamente com outras práticas que agora fazem parte da rotina dos advogados, como o Legal Design e o Visual Law, a jurimetria faz parte da eficiência aplicada por profissionais do Direito interessados em trabalhar pensando no futuro.

Se você veio até esse artigo, é porque ainda não está completamente familiarizado com esses conceitos e tem interesse em aprender, certo?

Então você está no lugar certo!

A equipe Bits, especialista em Legal Design, tira suas dúvidas e informa tudo o que você precisa saber sobre esse assunto e como usá-la no cotidiano jurídico.

Acompanhe abaixo e boa leitura!

O que é jurimetria?

Sintetizando: a jurimetria é a estatística aplicada ao Direito.

Atuando junto de softwares jurídicos especializados, esse método usa dados matemáticos e estatísticos para compreender tendências, entender posicionamentos e analisar repetições que acontecem no cenário jurídico.

Parece confuso? Calma! A gente te explica.

Usando essa ciência, é possível antecipar cenários e traçar as probabilidades de resultados para determinadas situações na rotina do advogado.

Isso facilita a tomada de decisões e direciona estratégias de uma forma que, antigamente, não era possível.

Quando surgiu?

O termo tem origem americana, e os primeiros registros do que viria a ser a jurimetria que conhecemos hoje surgiram em 1940, pelo jurista Lee Loevinger.

Em 1992, as abordagens dos estudos nessa área evoluíram e passaram a ser mais específicas, com fortes usos das ciências exatas, tornando o Direito mais quantitativo por meio da introdução de métodos, dados estatísticos e métricas.

Qual sua importância?

Advogados em reunião discutindo e utilizando softwares jurídicos

Com o uso da jurimetria na rotina jurídica, por meio de softwares voltados para esse fim, as chances de sucesso nos tribunais aumentam consideravelmente.

O trabalho fica mais focado em eficiência e resultados, uma vez que o advogado tem acesso às estatísticas criadas com base em análises dos dados de processos armazenados em um banco destinado a esse fim.

Os tribunais já fazem uso dessa tecnologia, quando promovem sentenças de problemas parecidos não muito diferentes entre si, com o objetivo de tornar os processos sistematizados.

Nos escritórios, essa prática garante mais agilidade para as demandas e contribui com a produtividade dos advogados.

Como fazer jurimetria

Nos escritórios, essa metodologia ajuda em diversas áreas de atuação do Direito, principalmente no que diz respeito às demandas mais recorrentes dos advogados.

Na automação de tarefas, por exemplo, essa metodologia é uma escolha muito assertiva, realizando diversas atividades consideradas repetitivas:

  • elaboração de contratos;
  • peticionamentos automáticos;
  • acompanhamento do andamento processual;
  • entre outras demandas afins.

Além disso, a jurimetria pode ser aplicada na pesquisa de documentos, leis, e jurisprudências no geral, aumentando a possibilidade de consulta de dados aos advogados.

No dia a dia do escritório, ela também contribui com a gestão financeira e operacional, trazendo maior precisão aos valores de honorários, e também oferecendo estimativas mais realistas quanto aos prazos de entregas de demandas.

Em resumo, usando os softwares destinados à essa prática, além do apoio de tecnologias como o big data analytics e Inteligência Artificial, a jurimetria pode ajudar praticamente todas as áreas de um escritório.

Aumente a satisfação dos seus clientes usando o software da Bits Legal Design, especializado na produção de documentos jurídicos!

Qual a principal metodologia aplicada na jurimetria?

Usando a incorporação de dados e gráficos, bem como diversas outras facilidades tecnológicas que, além de automatizar, tornam o trabalho muito mais visual, a metodologia aplicada tem a função de ser muito mais dinâmica.

Em uma era onde o Direito tenta, ao máximo, desburocratizar seus processos e ser mais acessível aos seus clientes, essa ferramenta se destaca atuando exatamente com essas diretrizes.

Inclusive, usando também elementos de design, a jurimetria está intimamente ligada ao Legal Design – que tal conhecer um pouco mais sobre essa relação logo abaixo?

Qual a relação da jurimetria com o Legal Design?

Advogados em um escritório discutindo o uso da jurimetria com o legal design na rotina jurídica

A jurimetria é a porta de entrada para as práticas do Legal Design.

Dentro das inovações tecnológicas que agora auxiliam as práticas do Direito, o Legal Design é um grande destaque, tornando documentos e contratos mais acessíveis e de melhor compreensão por meio de ferramentas do design.

Juntos, jurimetria e Legal Design são as novas formas de exercer práticas jurídicas.

O que são softwares de jurimetria?

São os sistemas que tornam as práticas da jurimetria possíveis.

Esses programas analisam grandes quantidades de conteúdo, que levariam muito tempo para serem analisadas de forma manual, emitindo dados estatísticos sobre os documentos em questão.

Com um software dedicado a levantar dados, gráficos e números a serem interpretados, o trabalho do advogado fica muito mais simples e ágil, podendo ele se dedicar a outras demandas que não podem ser automatizadas.

Bits Legal Design: seu melhor exemplo de jurimetria

Pensando em um software de jurimetria?

O Studio Bits de Legal Design é especializado em trazer a inovação jurídica do visual law para a rotina do seu escritório de advocacia.

Garanta contratos mais compreensíveis e documentos mais legíveis por meio da aplicação do Legal Design nos seus arquivos, desempenhando uma advocacia mais humanizada e aumentando as chances de sucesso em suas ações do judiciário.

Esqueça o vai e vem de contratos por conta da linguagem complicada! Torne seus documentos mais acessíveis aos seus clientes por meio do Legal Design.

Conclusão

As inovações jurídicas vieram para ficar: jurimetria, Legal Design, e outras ferramentas agora se tornam cada vez mais indispensáveis para a rotina no mundo do Direito.

Simplificando processos e reduzindo burocracias, essas práticas tornam o Direito mais próximo de quem ele realmente deve estar: o público que contrata seus serviços.

Logo, entender mais sobre esse assunto e começar a adotar essas metodologias no seu escritório reduz práticas mais conservadoras e ultrapassadas, abrindo espaço para uma nova forma de exercer a advocacia e garantir maior satisfação da parte dos seus clientes.

Experimente levar o Legal Design e outras inovações para o seu escritório!

Esperamos que esse artigo tenha tirado suas dúvidas.

Para mais dicas, acesse o blog da Bits.

Se inscreva em nossa Newsletter

Marketing por

Veja também

Quer utilizar Legal Design na sua empresa?

Entre em contato conosco!

FOTO_04