5 cuidados que sua empresa deve ter ao escolher um Studio de Legal Design

5 cuidados que sua empresa deve ter ao escolher um Studio de Legal Design

Você sabe como escolher um studio de legal design? Entender os diferenciais oferecidos para a sua empresa é essencial para ter as melhores opções para você

Você sabe como escolher um studio de legal design? A popularidade dessa estratégia aumentou significativamente nos últimos anos. Com essa estratégia, empresas e escritórios de advocacia começaram a mudar a percepção e objetivos de como criar  documentos jurídicos.

Agora, os usuários devem ser a principal preocupação ao redigir um documento. O importante, aqui, é a clareza sobre o que está sendo falado e como isso é interpretado e entregue para o leitor final.

As pessoas responsáveis por elaborar essa estratégia – que você pode conhecer mais a fundo aqui – trazem ações específicas e um conhecimento direcionado para a produção deste tipo de material. 

Mas como escolher o studio certo para as suas necessidades? Quais são os pontos que você deve ficar de olho na hora de assinar um contrato? Neste post apresentaremos 5 cuidados que sua empresa deve ter ao escolher um studio de legal design e como a Bits é a opção ideal para você.

Vamos lá?

1 – exclusividade de design

Você já ouviu falar do Canva? Ela é uma plataforma que cresceu muito nos últimos anos porque “democratizou” a produção de criativos para pessoas que não possuem conhecimentos aprofundados em design. A grande sacada foi a de disponibilizar templates gratuitos e pagos para que o usuário escolha aquele que faz mais sentido para as suas necessidades.

Porém, ao usar templates prontos, como os do Canva, você pode deixar de lado as reais necessidades do usuário final do documento, ao invés de ter um personalizado para aquela situação específica. 

O Banco Carrefour, por exemplo, precisava simplificar o processo para a assinatura do contrato do seu cartão de crédito. Porém, eles também precisavam desenvolver um processo que fosse mais simples para requisitar a contratação de fornecedores externos. Aqui na Bits, os dois projetos foram tocados separadamente porque o público-alvo e o objetivo das duas peças eram diferentes. Criamos designs exclusivos para essas duas necessidades e permitimos que eles atingissem objetivos específicos para cada área.

Ao receber designs exclusivos, você entende que o studio entendeu as suas reais necessidades e que ele está disposto a aperfeiçoar um processo que só trará benefícios para o seu negócio.

2- Compreenda quem é o usuário final

O legal design é muito mais do que inserir ícones num documento. O trabalho é feito de forma minuciosa para entender quais são as reais necessidades de comunicação da empresa. Mas, o mais importante, é compreender quem é o usuário final para aplicar técnicas ideais de UX writing para se comunicar com este público.

Por exemplo, se o seu público-alvo são pessoas idosas, é ideal que o material tenha letras grandes e uma explicação bem clara e objetiva. Agora, se você tem um banco e trabalha com um público mais amplo, é preciso pensar em uma comunicação que seja abrangente para todas as pessoas.

3- Garanta uma boa experiência ao usuário

Outro ponto muito importante é garantir uma boa experiência ao usuário. Mas, aqui, não falamos só da forma como o documento está estruturado. O objetivo é tornar prática e simples a experiência do usuário ao receber o documento.

O legal design tem como principal objetivo democratizar o acesso à informação. Quando garantimos a experiência do usuário, estamos, de fato, tornando explícita a informação que essa pessoa precisa ter.

4- Descubra quanto tempo o studio de legal design está no mercado

Esse ponto pode parecer até simples, mas o tempo do studio no mercado conta muito. E sabe por que? Pelo fato de que um studio com experiência está ligado nas tendências do mercado, sabe quais são as reais necessidades do mercado, tem as estratégias certas para desenvolver um projeto de legal design e soube aproveitar as oportunidades junto a clientes de diversos portes e segmentos.

5- analise o tamanho dos clientes já atendidos pelo studio de legal design

Esse ponto está ligado com o que falamos anteriormente sobre o tempo do studio de legal design no mercado. Aqui, entender o tamanho dos clientes atendidos ajuda a entender o grau de complexidade e impacto dos projetos desenvolvidos.

Aqui na Bits, por exemplo, atendemos de diversos escritórios de advocacia de diferentes portes até empresas como Banco Carrefour, Santander e por aí vai. Dá só uma olhada nos clientes que já atendemos.

E você, está preparado para mudar a forma como a sua empresa produz documentos? Para aplicar legal design nos seus documentos, clique aqui para falar com um dos nossos especialistas.

Com o auxílio da tecnologia nessas demandas, o departamento jurídico pode direcionar seus esforços para outras áreas e trabalhar em atividades mais estratégicas.

Se inscreva em nossa Newsletter

Marketing por

Veja também

Quer utilizar Legal Design na sua empresa?

Entre em contato conosco!

FOTO_04